Simpósio Medicina e Espiritualidade da Suíça

De Portugal, membros da AME se dirigiram à Suíça, onde também ocorreram eventos, no dia 22 de outubro em língua alemã e no dia 23, em francês, no auditório Le Phénix, em Fribourg, com a presença de 80 participantes. A seleção dos temas visava valorizar a vida e trazer novos argumentos contra a eutanásia e o “suicídio assistido”, eufemismo utilizado pelas clínicas da morte, que existem, sobretudo, na parte de língua alemã da Suíça.

“Notamos o entusiasmo da platéia, que acompanhou até ao fim as palestras e manifestou gratidão e grande interesse por novos eventos. O comentário feito por muitos era que se sentiram ‘tratados com muito carinho’ e motivados a se informarem melhor sobre os temas enfocados, visto que receberam tantas referências para a pesquisa”, conta Nelly Berchtold, médica homeopata e psiquiatra brasileira radicada na Suíça.

Três médicos suiços, reencarnacionistas porém não espíritas, entraram na parceria e fizeram também confêrencias: François Moll (psiquiatra), Andreas Dönges (psiquiatra) e Rolf Henggi (médico naturopata).

Galeria de fotos



Dra. Irvenia Di Santis Prada e Dr. Carlos Roberto de Souza entre companheiras do Grupo Estesia, em Fribourg, Suiça.